Maior palavra da Língua Portuguesa

Quem já tinha se acostumado a dizer "Inconstitucionalissimamente", terá que segurar o fôlego agora. A maior palavra da língua portuguesa é "pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico" com 46 letras.


É o nome dado aos portadores da doença "Pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiose" que tem 44 letras e refere-se a uma doença pulmonar ocasionada pelo pó de sílica (normalmente pó vulcânico). Também é conhecida como silicose.

Originou-se do inglês "Pneumonoultramicroscopicsilicovolcanoconiosis" com 45 letras, sendo a maior palavra do idioma.

A maior tradução da doença fica com a língua japonesa em romaji, "nyuumonourutoramaikurosukoupikkushirikovurukeinokonioshisu".

Contudo, a maior palavra do mundo, de acordo com alguns ditados populares, é a palavra grega:

 "lopadotemamachoselachogaleokranioleipsa nodrimhypotirmmatosilphioparaomelitok atakechymenokichlepicossyphophattoperis teralektryonoptekephalliokigklopeleio lagoiosiraiobaphetraganopterygon".

A palavra contém 182 letras e refere-se a um prato típico da Grécia. Mas tal informação carece de fontes, pois não há registros da palavra em dicionários e nem provas concretas que a palavra realmente existe.