Azul para meninos e Rosa para meninas

Já é de conhecimento universal: o azul foi feita para meninos e o rosa para meninas. É assim que a maioria dos pais tendem a associar cores a suas crianças. Mas a origem da escolha das cores referente ao sexo não é tão simples e normal quanto todos imaginam.



Segundo Dictionary Of Omens and Supersticions ("Dicionário de Agouros e Supertições", sem tradução em português) a definição dessas cores tem razões machistas, e já existia na era pré-cristã. O azul era visto como cor de proteção, afastava mals espíritos que podiam rondar os recém nascidos. Como nessa época meninos eram mais valiosos, eles que recebiam a cor da proteção. As meninas que continham algum valor eram vestidas de pretas.

A cor rosa só se propagou como sinônimo de feminilidade no século 19, onde uma lenda europeia dizia que as meninas nasciam das rosas e os meninos de repolhos azuis.

Fonte: SuperInteressante

Um comentário:

  1. E eu sempre achei que o preto fosse uma cor tão forte... tão fechada... O.o
    Ótimo post. Mais uma vez, nem imaginava!
    E essa lenda de nascer do repolho azul então... Hilário! :D

    Bjs ;)

    ResponderExcluir