População / Mundo / Brasil / Internet

Desde o século XVIII a população mundial vem aumentando em um ritmo frenético. O planeta Terra já concentra cerca de 6,6 bilhões de pessoas ao redor do mundo. E os números continuam crescendo. Até 2012 seremos 7 bilhões, e até a virada do século XXI alcançaremos a marca de 11 bilhões. Impressionantes os números. Mas se paramos para analisar, a proporção do aumento da população com a diminuição de recursos naturais (principalmente a água), provavelmente a humanidade não chegue a ver tais números, ou se ver, será no final de sua espécie.
Voltando a população…A China é o país mais populoso do mundo com cerca de 1,4 bilhões de habitantes. Há uma estatística interessante, que mostra que uma em cada dez pessoas do mundo é um camponês chinês. O Brasil ocupa o quinto lugar no ranking com cerca de 190 milhões de habitantes.
População da internet
Com a popularização da internet, podemos considera-la uma sociedade que também merece ter seus números populacionais registrados. Pesquisas da comScore World Metrix mostram que a internet já conta com mais de 1 bilhão de pessoas por todo o planeta. A região Ásia-Pacífico é campeã de acessos representando quase 41% do acesso. A Europa vem em segundo com 28%. Em terceiro a América do Norte representa 18%. Em seguida a América Latina com 7%, e por último África e Oriente Médio, ambas com 5%. O pouco acesso na África se deve ao fato de sua população ser em grande maioria de renda baixa. No Oriente Médio o maior problema é a força política que restringe meios de comunicações mais sofisticados da grande massa – medo de rebeliões.
Essa pesquisa foi realizada no final de 2008.
tabela_paises_internautas
De acessos a sites os gingantes prevaleceram. Os maiores acessos foram a sites do Google com mais de 770 milhões de acessos. Em segundo os sites da Microsoft com mais de 640 milhões de acessos, em terceiro ficou os sites do Yahoo! com mais de 500 milhões.
O ano passado ficou marcado como o ano do Facebook, com um aumento de 127% dos acessos dos internautas. Esse ano promete ser o Twitter a grande sensação. E quem sabe futuramente, o Mundo Cognito. (-_-)

Envie seu nome para Marte

Concepção artística do ‘Laboratório Científico Móvel de Marte’, a ser lançado pela NASA em 2011.Isso mesmo! Quer enviar seu nome para marte?

A NASA deverá lançar em 2011 a missão Laboratório Científico de Marte (MLS - Mars Science Laboratory). Será uma espécie de “mini” laboratório controlado aqui na Terra que tem como objetivo estudar mais a fundo o planeta. A intenção é comprovar se o planeta tem, ou já teve alguma forma de vida (mesmo que seja microscópica).

 

Acompanhado com o novo brinquedo da NASA, uma lista de nomes voluntários será armazenada em um chip da máquina.

 

Então, como faço pra ter meu nome em Marte?

 

Simplesmente clique nesse link: http://mars.jpl.nasa.gov/msl/participate/sendyourname/. – E o que eu ganha com isso? - Bom… depois do cadastro, o site gera um certificado com seu nome e os dizeres: You are a part of history! (Você faz parte da história.).

Grandes pontes

É de cair o queixo. A ponte mais extensa do mundo tem nada mais nada menos que 38,6 quilômetros de comprimento. É chamada de Causeway do lago Pontchartrain (em inglês Lake Pontchartrain Causeway), ela atravessa o lago Pontchartrain ligando os estados de Nova Orleans e Louisiana nos EUA.



250px-Lake_Pontchartrain_Causeway
Entretanto o posto de maior de mundo da Causeway será perdido em breve para uma ponte de 79,6 Km que está sendo construída na China, a Ponte Rio Wei.
Pontes Naturais
Existem ainda as pontes naturais que são maravilhas esculpidas durante muitos anos pela natureza. A maior, e mais conhecida ponte natural, é a Rainbow Bridge. Ela tem cerca de 88,4 metros de altura. É quase a altura de um prédio de 30 andares!
Ela está localizada no condado de San Juan, no estado de Utah, EUA. [1]
utah-rainbow-bridge
Rainbow Bridge: Maravilha indiscutível da natureza.

[1] Revisado em 26/09/11.

Triângulo das Bermudas


Um dos maiores mistérios da humanidade: O Triângulo das Bermudas. O que seria tal lugar em que muitos vão e poucos voltam? O lugar em que tudo desaparece. Seria possível uma região assim existir fora da ficção? Sim é possível. 

O Triângulo das Bermudas, também conhecido como o Triângulo do Diabo, foi assim batizado por se encontrar mapeado entre as ilhas Bermudas, Porto Rico e Fort Lauderdale (Flórida) no Oceano Atlântico. A área de aproximadamente 4,0 milhões de Km² ficou famosa pelo desaparecimento de aviões e embarcações que jamais tiveram explicações comprovadas. Simplesmente entrevam nessa região e desapareciam!

triangulo-das-bermudas-mapa

O caso mais famoso aconteceu em dezembro de 1945. O chamado Voo 19, foi uma missão comandada pelos EUA que não teve sucesso. Um esquadrão de cinco aviões Grumman TBF Avenger desapareceu ao entrar na região do Triângulo das Bermudas sem deixar vestígios Ao entrar no Triângulo os Avangers perderam sinal com a central e nunca foram encontrados. No mesmo dia foi mandado uma tripulação de resgate que ao passar 20 minutos na região também sumiu. Curiosamente não foram encontrados destroços dos aviões até hoje.8700_gr

As explicações para o curioso fenômeno são várias, passando do misticismo ao cético. Os místicos dão os créditos a restos de cristais de uma possível cidade perdida por baixo do Oceano, Atlântida. Outros ainda falam em alienígenas ou monstros marinhos (…). A versão mais aceita são as científicas. Na região há um concentrado altíssimo de formação de bolhas de gases, comprovado por satélite, que podem ser a razão por que navios inteiros afundam nessa região. A explicação para o desaparecimento dos aviões está relacionada. Como a região exala muito metano, esse gás deixa o ar menos denso, fazendo assim os aviões cederem. Há ainda quem pense que nessa região deve haver algo que gere conflito nas bússolas, confundindo os navegadores ou pilotos.
A forma original é discutível. Acredita-se que a área não forma um triângulo como transmite o nome, cientistas teorizam que a região forma uma elipse ou um trapézio. Fato é que o Triângulo das Bermudas é a prova que ainda não conhecemos por completo o planeta em que vivemos, e que há muitos mistérios para serem desvendados pela humanidade.